terça-feira, 3 de junho de 2014

   Sobra até para Neymar em manifestação em frente ao hotel da seleção em Goiânia
'Acorda, Neymar, na Copa vai ter luta', avisaram os manifestantes em frente ao hotel da seleção
Protesto em frente ao hotel da seleção brasileira em Goiânia antes do amistoso contra o Panamá (© ESPN.com.br)
Protesto em frente ao hotel da seleção brasileira em Goiânia antes do amistoso contra o Panamá
"09 horas - Ato de recepção da Seleção Brasileira na Praça das Mães".
Foi desta forma que o Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativo em Educação das Instituições de Ensino Superior do Estado de Goiás (SINT-IFESgo) convocou uma manifestação em frente ao Castro's Park Hotel de Goiânia, exatamente onde os comandados de Luiz Felipe Scolari estão concentrados para a partida desta terça-feira diante do Panamá.
Aproximadamente 40 trabalhadores em greve da educação e funcionários federais fazem um grande barulho do outro lado da calçada do hotel. Muitas bandeiras do PSTU são vistas entre os manifestantes, e faixas como "Fifa, go home" também fazem parte do protesto.
Sobrou até para o astro da seleção.
"Acorda, Neymar, na Copa vai ter luta", entoavam os manifestantes. Quase 20 policiais militares fazem um cordão de isolamento para evitar que os trabalhadores se aproximem do hotel.
Um membro do SINT-IFESgo disse ao ESPN.com.br que terá outro protesto no começo da tarde. Ainda não se sabe se o movimento irá novamente para o hotel da seleção brasileira ou diretamente ao Estádio Serra Dourada, palco do duelo nacional diante dos panamenhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário