sábado, 23 de junho de 2012

ATENÇÃO! REUNIÃO DE TERÇA-FEIRA, 26, SERÁ NO CAMPUS SOROCABA

Não será possível fazer a reunião dos TAs no Núcleo, na próxima Terça-feira. Segundo a Célia, está programado um evento que ocupa todas as salas e o auditório, naquela data. A reunião acontecerá, às 14h, no campus Sorocaba, na sala de reunião do prédio administrativo. Uma agenda de atividades será elaborada. É muito importante a participação de todos com idéias para os próximos encontros.

10 comentários:

  1. O feitiço virou contra os feiticeiros
    A mídia chapa branca brasileira prostituiu-se de vez. Para esses covardes parece que não está havendo nada na rede de ensino federal, onde a greve dos professores universitários é uma realidade invisível que está prejudicando milhares de alunos no Brasil inteiro sem que o governo dê a mínima importância. Enquanto os “professores” mendigam um aumento e nunca conseguem, os políticos deitam e rolam em cima do dinheiro do povo com aumentos absurdos e imorais.
    Sempre é bom lembrar que os “professores’ grevistas de hoje, principalmente os universitários, foram aqueles alunos ruins e péssimos, sem méritos e competências que somente ficavam fazendo politicagem nos centros acadêmicos das universidade e que depois resolveram virar concurseiros e optaram pela carreira acadêmica (da estabilidade vitalícia dos sem méritos e competências), sempre foram os mesmos apoiadores desses canalhas coletivistas vermelhos que hoje os humilham. Lembram quando os militares, por exigência do povo, chutaram o traseiro desses pilantras e vocês foram às ruas protestar e lutar por eles? Lembram de como o nosso ensino público era bom?
    Pois é, agora o dia de vocês chegou e hoje como grevistas estão sendo humilhados pelos seus ídolos coletivistas vermelhos e ainda continuam acreditando neles e fazendo greve contra o povo que lhes paga pelo direito de existirem. Porque ao invés de ficarem fazendo greves contra o povo que lhes paga os salários, não vão lá em frente ao MEC, hoje administrado pelos seus ídolos coletivistas vermelhos que lhes prometiam o paraíso tomarem borrachadas, cambada de covardes cagões e massa de manobras. Já que são uns cagões, idealistas da vagabundagem e da politicagem que pelo menos façam uma meã culpa, reconheçam que erraram, se humilhem e voltem para os “seus” colegiões federais que não formam ninguém por falta de professores, mas que estão cheios de mestres e doutores em nada cujas teses somente lhes servem para conceder-lhes títulos sem VALOR DE USO.
    Cambada de idiotas eternos, que legal ver vocês sendo humilhados pelos seus próprios líderes coletivistas vermelhos e ainda continuando a acreditar neles e achando que o povo que lhes paga pelo direito de existirem que é o errado. Desculpe-me “mestres e doutores”, mas os senhores antes massa de manobras de coletivistas que lhes prometiam o paraíso, hoje viraram commodities sem valor agregado e pior, não tem sequer condições de ensinar ninguém e não entregam o produto ( alunos bem formados), pois quem não sabe nem para si mesmo como pode se meter a ensinar alguém? E assim o feitiço virou contra o feiticeiro, pois a verdade sempre prevalece e prevalecerá. AMEM.

    Um abraço a todos esses idiotas que acreditaram e para aqueles que ainda continuam acreditando em milagres, que o universo conspira à nosso favor mesmo sem estudarmos e trabalharmos e que o paraíso existe e que seus mestres coletivistas vermelhos são enviados de Deus para representá-los aqui na Monarquia Brasil das bolsas misérias e das cotas minorias compradoras de votos. There are no free lunch. AULA.

    Edson Vergilio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não fazia parte do centro acadêmico, sacripantas. Nem tenho ídolos vermelhos. Nem de cor nenhuma.

      Agora, cá entre nós, você tem saudades da ditadura, né? Você bem que gostaria de descer a borracha em todo mundo. Xingar todo mundo. Mas fazer o quê? Não dá, né? Agora é crime desaparecer com as pessoas por motivos políticos...

      Como já dizia Chico Buarque..."vai trabalhar, vagabundo/vai trabalhar, criatura"...

      Excluir
    2. Pessoal,

      O que dizer ao Edson Vergilio?
      Nada.. Ele nem curriculum lattes possui. Se ele tivesse a capacidade de
      olhar os resultados do ENADE não falaria asneiras como as citadas.
      "É um Zé Minhoca !!!"

      At. Prof. Geraldo Edmundo

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. O Cesar Lattes, o Marcelo Damy, o Benedito Fleury da Silveira, Mario Schemberg e outros também nào tinham, mas formavam alunos, ou seja, entregavam o produto.

      Excluir
  2. Precebe-se que você tem uma opinião, o que é bom, no entanto, está bem claro que de educação você não entende nada.

    obrigada por participar do movimento, mesmo assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De educação ruim eu não entendo mesmo, mas de gente que faz produtos e que paga apedeutas que se tem em alta conta eu entendo e muito, pois estes não tem Valor de Uso, mas sim somente Valor de Mercado devido à publicações em revistas especializadas que ninguém lê.
      Me explica uma coisa, porque nós com apenas 20% de mestres e doutores produzimos 95% das inovações e vocês sendo 80% de mestres e doutores que se orgulham de aparecerem como pesquisadores na Plataforma Lattes somente produzem 5% das inovações? Pode confirmar os números com o Carlos H. Brito - Scientific Director da FAPESP ou então com o CNPQ dono da criatura Plataforma Lattes.Quem está ensinando quem? Quem está reformando o recém formado?

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse idiota é alguém que está esperando que vocês "mestres e doutores" é alguém que está pagando para vocês não entregarem o produto ( alunos bem formados) para não ter que contratar um chinês, um coreano e um vietnaminta que estudou 15 horas por dia em universidade e não ficou no boteco farreando junto com o "professor" acreditando que se se aprende alguma coisa por hosmose sem estudar. E assim'vão passando o tempo da greve bebericando e jogando futebol na quadra da escola. AULA.

      Excluir