sexta-feira, 1 de julho de 2011

Servidores públicos federais farão paralisação conjunta em 5 de julho


O dia 5 de julho foi escolhido como data para a paralisação de todos os
funcionários públicos federais (SPF). Esta foi a deliberação da plenária
da Cnesf, que contou com a presença de 114 pessoas, sendo 83 delegados de
10 entidades dos servidores federais.

O encontrou aconteceu no domingo (19/6), com o objetivo de avaliar a
 marcha nacional dos SPF realizada em Brasília, na quinta-feira (16/6), e
 traçar as próximas estratégias de luta unificada.

A grande paralisação deve acontecer, em todos os estados, com
 manifestações nas praças e desenvolvimento de atividades, como atendimento
 público à população, aula aberta, entre outras. O objetivo do ato é
 pressionar o governo a atender as reivindicações das categorias para a
 Campanha 2011.

Para o mesmo dia 05 está marcada também uma nova reunião com o Ministério
 do Planejamento (MP), para discussão da pauta conjunta de reivindicações
 dos servidores federais.

No último encontro com o secretário de Relações Sindicais do MP, Duvanier
 Paiva, que aconteceu durante a marcha do dia 16/6, os servidores
 reafirmaram a unificação do movimento em torno de eixos comuns e
 reivindicaram que o governo retire do Congresso as medidas legislativas
 que prejudicam os servidores federais, como o Projeto de Lei (PL) 549/09,
 que congela os salários dos servidores públicos por dez anos, e o PL
 1992/07, que privatiza a previdência social dessas categorias. O
 representante do MP disse que o governo está avaliando as pautas
 individuais das categorias e que irá discutir as questões comuns na
 próxima reunião.

Por Renata Maffezoli
ANDES-SN

Nenhum comentário:

Postar um comentário