terça-feira, 26 de julho de 2011

FASUBRA: INFORMATIVO DE GREVE Nº 14 DE 26/05/2011

Ao tomar conhecimento de que o Governo ajuizou ação em que solicita a ilegalidade da greve nas IFES, o CNG, reunido na manhã do dia 26 de julho, considerando:

1. A notícia veiculada na mídia no dia 25 de julho de 2011, dando conta de que o governo entrou com ação judicial contra a greve dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das instituições federais de ensino da base da FASUBRA;

2. Que a Federação nunca se negou a negociar com o governo federal.

O CNG informa:

 Houve conhecimento por parte deste Comando, por volta das 19 horas, de ação judicial do governo, que solicita a declaração de ilegalidade da greve;

 Que nem a FASUBRA, nem o CNG foram notificados oficialmente sobre esta ação judicial;

 Que a ação judicial do governo não foi julgada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), e que, portanto, não há decisão de ilegalidade da greve, nem determinação de corte de ponto e/ou suspensão de salário;

 Que a DN/CNG estarão buscando os caminhos legais para responder à ação judicial do governo federal no momento apropriado.

Diante disso o CNG orienta:

1. Fortalecer a greve e dar maior visibilidade através de ações de rua;

2. Denunciar à sociedade a ação do governo contra o direito de greve;

3. Buscar o apoio das entidades nacionais e internacionais (centrais, Federações, Confederações e Sindicatos), para denunciar a ação do governo e obter a solidariedade ao legítimo direito dos trabalhadores de estarem em greve;

4. Acionar a Assessoria Jurídica da FASUBRA e dos Sindicatos que estiverem arrolados no processo, para combater de forma unificada a ação judicial do governo;

5. Orientar as bases em greve para fortalecer o CNG;

6. Ratificar a necessidade de todas as entidades entrarem em GREVE, em defesa da pauta dos Trabalhadores Técnico-Administrativos para forçar, efetivamente, a negociação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário